Confessions of A Microfinance Heretic

Confessions of a Microfinance Heretic | Blog
Hoje G&G (Graça e Gravidade) inseriu uma ligação a este Sr. Hugh Sinclair. Se quiseres saber o que penso do Micro-financiamento, aqui está.

Ontem fiz uma apologia do Triodos, na minha página do Facebook, comentando que “não é perfeito”, e “oxalá, saiba reflectir no que Deus quer de si, sobretudo e pelo menos, agora que é grande, e está fora de risco de se perder e falhar, financeiramente”… pois referia-me, entre outras coisas, sobretudo à questão do micro-financiamento.
Com estes meus pensamentos, não estou a duvidar nem das boas intenções e árduo trabalho que estas pessoas (sobretudo sem dúvida as que ajudam) fazem, nem da necessidade e dos bons frutos das boas intenções, sem as quais, não podemos vir a fazer, nem sequer melhor!
Há um ou dois meses, havia uns jovens no centro de Haia, a recrutar pessoas para uma organização que me descreveram como melhor do que outras, (o que acredito!) no seu participar em ajudar zonas em crise. Perante as minhas perguntas, acabei por saber que se tratava concretamente de micro-financiamento, sendo ele emprestar 50 euros, sobretudo às mulheres…

Cá por mim, e com todo o respeito! — na minha ignorância, ,fico revoltadíssima: empréstimos aos paupérrimos? E com que juros?!! Ricos fazendo dinheiro à custa de acorrentar pobres a um sistema perverso, imoral e doente? É um novo negócio, que torna os paupérrimos dependentes e humilhados. Não deveríamos estar lá antes para humildemente oferecer e ajudar com a estruturação, a possibilidade, a organização, o plano, a mão, pela qual as mulheres sairão daquele oceano de perda e miséria, e poderão usar o seu amor e vontade num projecto a seu gosto, protegendo-os dos mesmos erros que nos são conhecidos ?

Hugh escreve, nestes artigos que li ontem, (de resto, não o conheço nem li o seu livro) EXACTAMENTE o que penso, apesar de ele ser experiente e ter um profundo conhecimento do micro-financiamento.

O resultado da sua análise, é inevitavelmente duro, com verdades bem tristes — mas verdadeiras, de que poucos querem ou quererão saber, sobretudo na Holanda !!! Sobre isso, o post seguinte, pois acredito que só encarando a verdade, haverá pessoas com as tripas para fazer diferente, dê lá por onde der.

2 comentários a “Confessions of A Microfinance Heretic”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s