Encontros a sério e criação de obras – entre homens e mulheres – 1

Não culpo na verdade, nenhum homem que se sinta confuso, mas aqueles (mulheres e homens) que acrescentam ao consequente retraimento, as acusações da mulher de sempre, e correspondentes torturas.

Talvez não venha a despropósito:

É uma mundo humano, e assim sendo as mulheres não têm nele importância, segundo e com verdade,  o velho critério pagão. As mulheres de Dickens são cartão e serradura para empacotar para nós os seus homens, na viagem desde os espaços do sonho. Na alegria e entusiasmo da vida não há lugar para a mulher, e os antigos gregos, que criaram a pedestaria como instituição de prazer social, sabiam disto até às derradeiras conclusões.
As mulheres de Dickens são bonecas, mas todas as mulheres são bonecas. [vem-me logo ao espírito Eça de Queiroz] Como alguns pensadores sustentaram em Nicéia, as mulheres não têm alma. Sua existência é bi-dimensional em comparação com o psiquismo tri-dimensional dos homens. As mulheres são simples ornamentos para a vida do homem — para sua vida social, capacitando-o a continuar a sociedade em que vive e que recria, ao trabalhar por ela, para a sua vida intelectual como parte decorativa do mundo exterior, com paisagens, louças, telas, velhos, móveis…. ”  F. Pessoa, em “Da Literatura Europeia”

“Foi uma espécie de fêmea do diletantismo. Tinha um estilo admirável, posto que sem originalidade; é o estilo médio do estilo superior francês. Tinha um admirável senso estético, o que frequentemente  acontece às mulheres — nas coisas em que não é muito importante ter um senso estético” F. Pessoa, em “Da Literatura Europeia – Anatole France

“A verbosidade, sem palavras sujas e frases grosseiras é feminina e, portanto, vulgar.”  F. Pessoa, em “Da Literatura – A arte de representar”

(sublinhados meus)
Observo que hoje em dia, esforçam-se por apenas amordaçar, proibir sentimentos, ideias, convicções, realidades que existem, como se elas mudassem por tirania de decreto e lei, sem diálogo, observação.
Não admira portanto que prefiram uma manifestação na rua, a diálogo, compenetração, interrogação, religião, transformação.

Assim se pode manter a falsidade de que o cristianismo e catolicismo  tenham sido os principais opressores e perseguidores tanto da sexualidade como da mulher; de que os gnósticos tenham sido anti-misóginos; e de que as mulheres livres, odiando o patriarcado, devam renegar Jesus ou o cristianismo e ter a coragem de abraçar o paganismo;  o qual foi defendido por F. Pessoa, coerentemente com as suas ideias sobre a mulher — porque ele ao menos era coerente.
Ora acontece que o caminho espiritual de Pessoa contém chaves cruciais para o caminho de um Novo Verdadeiro Cristianismo, — Nova Esperança :)
Mas não há atalhos mágicos, mais do que essa Nova Esperança já o é.
Ora não me importa nada de chegar a um Novo Verdadeiro Cristianismo, também através do estudo da reconstrução pagã que Fernando Pessoa propunha quando ainda novo…. Esta mesmo parece depois não ter ido além da sua adesão gnóstica Rosa-Cruz. Mas isto são passos mais avançados… e só há uma maneira de fazer as coisas, sob pena de elas não chegarem a lado nenhum: começando pelo princípio, como começam os que têm a sorte de o poder fazer.

Da mesma forma, eu, como qualquer outra pessoa, tenho necessidades, para poder dizer e fazer coisas, começando pelo princípio…
Quem disse, que esta obra era fácil, para eu a poder realizar enquanto me torturam ausências e desencontros, e outros inverosímeis fenómenos?
Deus, aqui poderia responder a certos comentários conselhos que li: “tais como por exemplo, o conselho bem intencionado de uma receita: “não te leves muito a sério”. Ora este conselho masculino é dado a uma mulher que forma um Clube de Leitura e meditação, titulado “Clube das Ostras”….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s